Escolha uma Página

Um toque humano no marketing de materiais para construção

22 jan, 2020Estratégias, Gestão

Um toque humano no marketing de materiais para construção

22 jan, 2020 | Estratégias, Gestão

Depois de praticamente uma década na utilização de bots para atendimento automático ao cliente, não é de se admirar que surgisse, agora, uma tendência contrária ao atendimento por robôs.

Na verdade, essa tendência sempre existiu. Os atendimentos por robôs só foram aceitos até agora e continuarão sendo aceitos no futuro porque é algo que infelizmente não pode ser mudado, visto que a tecnologia já é parte integrante de nossas vidas.

Porém, uma nova forma de atendimento vem crescendo e vai ser importante para especialistas em marketing. Ela se baseia em três pontos fundamentais: análise, algoritmos e automação.

Em um mundo cada vez mais digital e orientado a dados, mais e mais operações comerciais estão sendo afetadas por pelo menos uma destas três características.

Cada vez mais tarefas operacionais estão sendo assumidas pela automação e as principais decisões de negócios estão sendo fortemente influenciadas pela análise de dados. Além disso, a utilização de algoritmos tem sido fundamental na determinação de como a publicidade deve ser entregue e para quem.

Isso levou a uma revolução na eficiência no marketing. Ao invés de gastar milhões em mídia de transmissão em massa, as marcas passam a ter como alvos, públicos muito específicas com base em idade, local, interesses, atitudes, hobbies, padrões de compra anteriores e, é claro, em suas atividades online.

marketing

Em um artigo recente, o bilionário Jack Ma, empresário, investidor, filantropo chinês, co-fundador e presidente executivo da Alibaba Group, um conglomerado multinacional de tecnologia, disse que há uma coisa que os humanos têm, que as máquinas nunca terão: o Amor.

Segundo Ma, isso é tudo que as pessoas e as empresas precisam para ter sucesso neste mundo digital. Escreveu o bilionário: 

“Uma máquina não tem coração, [uma] máquina não tem alma e [uma] máquina não tem crença”. Os seres humanos – continuou ele – têm almas, crenças, valores e criatividade. E essas são as coisas que os profissionais de marketing devem usar para competir na era das máquinas. Ame seus clientes. Ame seus produtos. Ame a diferença que você faz na vida deles. 

Esse amor pode se manifestar de várias maneiras, incluindo o atendimento ao cliente e as ações de vendas e marketing. Isso é importante para demonstrar que sua empresa ainda tem um toque humano em seus serviços e sempre concentra seus esforços em ajudar pessoas a resolver problemas.

Isso pode ser mostrado em seu marketing, em seu engajamento em mídia social e publicidade. Faça com que sua equipe de marketing participe de chamadas de vendas ou faça uma auditoria com representantes de atendimento ao cliente. Depois, desenvolva mensagens de venda, contando histórias, conectando-se humanamente com seus clientes.

Com todas as ferramentas digitais disponíveis no mercado que segmentam pessoas por meio de suas atividades online, prever seus desejos e necessidades usando algoritmos e colocar automaticamente produtos e ofertas à sua frente, ainda existe espaço para um toque humano.

No mundo atual do marketing digital, onde a barreira de entrada ao negócio é baixa, as marcas que demonstram amor no tratamento de seus clientes têm uma chance grande de se destacar entre os concorrentes.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest